Orgulho

Orgulho

Ela sempre foi uma pessoa orgulhosa, desde pequena tinha uma personalidade forte. Sempre teve suas convicções e acreditava que nunca mudaria de ideia.

O tempo passou e ela amadureceu, aprendeu que não há problema algum em ser flexível e mudar suas ideias e convicções.

Aprendeu que para ser feliz as vezes é preciso engolir o próprio orgulho e ir atrás do que lhe faz feliz, mesmo quando se está com a razão. Já dizia uma grande professora: Você quer ser feliz ou ter razão?

Engolir o orgulho não é fácil mas é preciso ter cuidado e saber diferenciar entre engolir orgulho e ter amor próprio. Você pode voltar atrás quando precisar mas deve sempre agir de acordo com suas virtudes e saber balancear o que te faz bem ou não. Não é preciso sair por aí dando razão a todos para fugir dos problemas, pois, pode fazer mal. E hoje, ela sabe muito bem o que quer.

 

Escolha


sonhos-sentimentos-desconexos
Quando estamos incomodados com uma situação temos que olhar para dentro do nosso interior e se perguntar: O que posso fazer para superar? O que posso fazer para me ajudar? 

Hoje se inicia um novo ciclo, eu me amo e estou disposta a fazer tudo para me tornar uma pessoa melhor a cada dia.
Sem arrependimentos, sem rancores e sem cobranças. Bola pra frente que a vida continua. Enquanto temos um motivo para chorar, sobram outros dez para sorrir; tudo é questão de perspectiva.
A cada queda que eu tiver, duas vezes mais me levantarei. Desistir de mim jamais, desistir do que não acrescenta nada em minha vida, todas as vezes que for necessário.
Sempre terei escolhas, hoje e sempre escolho ser FELIZ.