Kit Básico de Sobrevivência para Fugir de Casa (e voltar logo)

Imagem

Quando eu tinha oito anos tomei coragem e resolvi fugir de casa. Calma, eu explico. Uma tia minha tinha se mudado e minha mãe foi ajudá-la com a mudança, eu fiquei em casa, mas queria muito estar lá também. Logo, decidi que fugiria para conhecer o novo lar da minha tia.

Pensando nisso resolvi compartilhar o meu kit básico de sobrevivência para fugir de casa com oito anos em segurança, vamos lá:

  • SANTINHO PROTETOR

Imagem

Eu tinha um pingente do Santo Antônio que ganhei de outra tia. No dia da fuga peguei o meu santinho e fiz uma oração mais ou menos assim: “meu querido Santo Antônio protetor, proteja-me de todos os perigos e que a minha mãe não me bata, amém!” Esse santinho vivia dentro do meu estojo escolar e também me protegia em dias de provas contra as más notas.

  • TOUCA

Imagem

Estava muito frio e eu tinha acabado de tomar banho, então coloquei a touca (precisa ser amarela) para me proteger do frio.  Além disso, a touca ajuda a disfarça o seu gênero; o porteiro interfonou no apartamento da minha tia e disse que tinha um menino/sobrinho dela querendo subir.

  • PAPEL e LÁPIS

Imagem

Como uma criança irresponsável que era, escrevi um bilhete para o meu pai avisando que tinha ido atrás da minha mãe. Ele não leu o bilhete, logo não se deu conta que eu tinha sumido, digo, fugido. Acontece que estava ventando muito e o bilhete voou e foi parar na lata do lixo. A minha parte eu fiz, se ele não leu a culpa não foi minha.

  • ENDEREÇO ANOTADO

Imagem

Anote corretamente o endereço de destino da fuga. Ok, eu não anotei e isso quase estragou a aventura. Fui na fé e chegando lá não sabia o bloco e o apartamento, para piorar, eu só chamava minha tia pelo segundo nome, o porteiro não reconhecia ninguém com o nome que eu falava. Mas como apenas uma pessoa tinha se mudado naquele dia ele resolveu entrar em contato mesmo assim e deu certo.

Além disso, tomei outros cuidados como não falar com desconhecidos e olhar a rua para os dois lados antes de atravessar.

Com esse Kit completo (ou quase completo) eu consegui fugir e cheguei ao meu destino, com muito medo de apanhar da minha mãe. No fim tudo ocorreu de acordo com o que eu tinha planejado (cof, cof), cheguei em segurança e não apanhei.

Crianças, não façam isso em casa. Afilhada, principalmente você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s